Sixth

para manter seu gramado sempre verde sem desperdicio de agua e luz, ligue agora – 21 2430-3322 _/_ vendas@irricomrio.com.br

Publicações

Sempre atualizando informações


Válvula PGA – guia de instalação e operação das válvulas

15/10/2014
rainbirdrj
2 comentários
Bookmark and Share

Válvula PGA – Instalação e operação

1. Limpe a linha principal cuidadosamente antes de instalar as válvulas.

2. Instale a válvula na linha principal. Certifique-se de que o lado da entrada A esteja conectado à linha principal e de que o lado da saída B esteja conectado à linha lateral. Observe a seta na válvula, a qual indica a direção do fluxo da água. O solenóide C deve ficar no lado à jusante (depois) da válvula.

3. NOTA: A válvula é configurada para instalação direta. Para instalação em ângulo, remova o tampão de entrada da entrada do ângulo D e em seguida rosqueie na entrada direta A . Recomendamos usar uma chave com extremidade fechada para evitar a separação das peças moldadas.

4. Cubra toda a extensão das roscas do tubo de saída e entrada, revestindo com uma camada dupla de fita Teflon. Não use compostos lubrificantes para tubos ou roscas de tubo.
Rosqueie a conexão e tubo de entrada no orifício de entrada da válvula e aperte com a mão.
Rosqueie a conexão e tubo de saída no orifício de saída da válvula e aperte com a mão. Não rosqueie mais de duas voltas com a mão.

5. Conecte um fio do solenóide E ao fio comum do controlador e o outro ao fio de força do controlador. Use somente conectores de fio à prova d’água.

6. Após instalar as válvulas, abra lentamente o abastecimento de água no ponto de conexão. As válvulas poderão escoar a água por alguns momentos; fechando em seguida.

7. Para ativar a válvula utilizando o recurso de purga interno manual, gire o cabo do solenóide F no sentido horário ¼ a ¾ de volta ou até você escutar a água fluindo pela válvula. Para fechar a válvula, gire o cabo do solenóide ¼ a ¾ de volta e aguarde alguns momentos até que a válvula feche. Sempre use a mão para apertar o solenóide e fechar a válvula.

8. Para uma operação automática da válvula, ligue o controlador que foi conectado a ela de acordo com as instruções de operação do controlador, uma vez que controladores operam de diferentes maneiras.

9. Use o cabo de controle de fluxo G para ajustar o volume de água que flui pela válvula.
Voltas no sentido horário aumentam o fluxo, que é reduzido no sentido anti-horário. Feche a válvula antes de fazer grandes ajustes de fluxo e após acione a válvula para fazer ajustes mais precisos.
Uma boa prática de ajuste, quando não há intenção de limitar o fluxo, é girar a haste do controle de fluxo (a partir da posição totalmente elevada) no sentido horário até sentir uma certa resistência no cabo da haste de controle de fluxo.

10. Se necessário, instale o módulo PRS-D H de regulagem de pressão da Rain Bird de acordo com o manual de instalação.

Guia de Resolução de Problemas

Os aspersores emitem água quando a válvuIa está fechada.

Sujeira ou detritos ficam alojados na base do diafragma.
Remova a tampa e o diafragma para deslocar os detritos.

O solenóide não está totalmente fechado após a operação manual.
Gire o cabo do solenóide no sentido horário até ficar totalmente assentado.

O anel-O do solenóide está danificado ou torcido.
Feche o abastecimento de água e gire o solenóide no sentido anti-horário para retirar e inspecionar o anel-O. Remova os detritos, se houver, e após reajuste ou substitua o anel-O conforme necessário.

O diafragma está danificado ou não está corretamente alinhado.
Feche o abastecimento de água e remova a tampa. Verifique o alinhamento do diafragma com o corpo da válvula e lingüetas de posicionamento.
Inspecione o diafragma quanto a cortes ou danos e em seguida realinhe ou troque, conforme necessário.

A sujeira está interferindo com a operação correta do solenóide.
Feche o abastecimento de água e gire o solenóide no sentido anti-horário para remover e limpara a caixa de assentamento do solenóide na tampa com água limpa.
Enxágüe a parte inferior do solenóide com água limpa. Para limpar internamente, remova o retentor marrom usando uma pequena chave de fenda com ponta chata. Retire o pistão e a mola e enxágüe com água limpa. Recoloque o pistão, retentor e mola no solenóide. Recoloque o solenóide na tampa, girando-o no sentido horário.

O solenóide está em curto ou danificado.
Feche o abastecimento de água e gire o solenóide no sentido horário para removê-Io. Troque-o por um novo solenóide girando no sentido horário
A água não fecha.

O controlador pode estar operando a válvula automaticamente.
Verifique o controlador para confirmar que está desligado.

A válvula está ajustada na posição manual “ON” (ligada).
Use a pressão da mão para girar o solenóide no sentido horário até a posição ‘OFF” (desligada).
ATENÇÃO: Apertar demasiadamente poderá danificar a base do solenóide. Reaperte o parafuso de purga na parte superior da válvula se houver vazamento. Verifique se o anel-O está danificado.

Tela do filtro do diafragma bloqueada.
Feche o abastecimento de água para remover a tampa. Inspecione a tela do fitro do diafragma no fundo deste, Remova os detritos, enxágüe a tela com água limpa e recoloque o diafragma e tampa no corpo da válvula.

O solenóide está em curto ou danificado.
Feche o abastecirnento de água e gire o solenóide no sentido horário para removê-Io.
Substitua com um novo solenóide girando no senlido horário
Condição de fluxo baixo ou inadequado.

A haste de controle de fluxo está voltada para baixo.
Ajuste a haste de controle de fluxo girando-a no sentido anti-horário para permitir que o diafragma abra mais.

A pressão da água está sendo utilizada em algum outro local no campo.
Verifique as necessidades da água em todas as áreas utilizando o mesmo abastecimento de água.

Um número excessivo de aspersores operando ao mesmo tempo.
Verifique se o controlador está operando apenas uma válvula de cada vez. A hidráulica do sistema talvez seja apenas capaz de operar uma única válvula. Se você determinar que todos os aspersores estão no mesmo circuito, poderá ser necessário adicionar mais uma válvula para melhor atender as taxas máximas de fluxo de vazões hidráulicas.

A válvula mestra ou de comporta do sistema não está totalmente aberta.
Localize a válvula mestra ou de comporta e abra a mesma

Obstrução no tubo da linha principal
Isole e remova a obstrução.
A válvula não liga eletricamente.

O controlador não está suprindo energia para a válvula.
Verifique o controlador quanto à energia de saida para a válvula. Se não for detectada a energia no controlador, faça os serviços de manutenção.
Verifique a entrada de energia no solenóide da válvula. Se a saída for detectada no controlador porém nenhuma entrada for detectada no solenóide, então existe um fio de energia partido ou danificado. Isole e repare.

O abastecimento principal de água está fechado.
Localize a válvula mestra ou de comporta e abra a mesma.

Problema no solenóide.
Se for detectada a entrada de energia no solenóide mas a válvula continuar inoperante, feche o suprimento de água. Sem cortar fios, troque os solenóides com a próxima válvula (se houver). Se o outro solenóide fizer com que a válvula funcione, substitua o solenóide. Caso contrário, continue tentando identificar o problema.

A haste de controle de fluxo está totalmente voltada para baixo.
Ajuste a haste de controle de fluxo girando-a no sentido anti-horário até a água fluir pela válvula, porém não deixe a haste totalmente elevada.
Enquanto a água estiver fluindo pela válvula, gire a haste de controle de fluxo (a partir da posição totalmente elevada) no sentido horário até sentir certa resistência em sue cabo. Em seguida, gire o cabo da haste de controle de fluxo uma volta no sentido anti-horário pois a válvura irá operar com maior eficiência com o cabo nesta posição.

Válvula com módulo de regulação de pressão PRS-D.
Consulte o manual de instruções do PRS-D para mais informações sobre resolução de problemas.
Valvula PGA Rain Bird para sistemas de irrigação

Veja o catalogo completo em Válvulas PGA

Gostou do artigo? Para receber atualizações e novidades, informe seu email no campo abaixo.

Comentários

  1. fabio reis disse:

    A válvula da solenóide fica quente

    1. rainbirdrj disse:

      Verifique se o embolo está travado. O solenóide irá esquentar com a corrente elétrica circulando por longo período.

Escreva um comentário

Comentário