Sixth

Para manter seu gramado sempre verde sem desperdicio de agua e luz, ligue agora – 21 2430-3322 _/_ vendas@irricomrio.com.br

Publicações

Sempre atualizando informações


Conferencia climatica 2010

04/11/2010
rainbirdrj
Nenhum comentário
Bookmark and Share

Em apenas quatro curtas semanas os delegados da ONU voltam à mesa da conferencia climatica da ONU 2010 que será realizada no Mexico, com a esperança de fazer progresso no tratado de clima justo, ambicioso e juridicamente vinculativo. Embora o resultado deste encontro é ainda incerto, pelo menos uma coisa é clara – O movimento floresceu clima, crescendo em uma força poderosa e positiva para a açao que reflete uma das partes interessadas bio diversidade.

Se o movimento do clima no passado foi definida por imagens icônicas dos ursos polares de gelo flutuando sobre fundamentos and desperate aos lideres mundiais, este ano esta sendo definida por milhares de vozes sem rodeios que se deslocam em açao – desde aqueles nas comunidades mais pobres que ja sofrem a mudança climatica impact soft, para aqueles que trabalham para proteger nossas florestas passado ou do corte das emissoes de CO2 installando paineis solares em seus telhados.
Sim, ainda estamos preocupados com que o urso polar, mas agora ela é parte de um mosaico de milhares de rostos que representam uma infinidade de causas – tanto sociais quanto ambientais. – Que se uniram sob o guarda-chuva do nosso movimento moderna clima

Foi convidado a falar recentemente em nome do clima do Centro Europeu de Jornalismo de Conferenceon Açao – nossa aliança global de mais de 250 ONGs – para descrever o que está acontecendo na “linha de frente” do movimento. Havia muita coisa a dizer: este mes, na esteira da reuniao AUN intersecional na China, uma onda de açoes começou com a 10/10/10 GlobalWork Partido, descrito como o maior dia do mundo da açao do clima. Em 16 de outubro, Mundo FoodDay, da Oxfam, “Semeando a Semente” A iniciativa chamou a atençao para o impacto das alteraçoes climaticas na produçao de alimentos, e em 17 de outubro, a Chamada Global para Açao contra a Pobreza (GCAP) chamou links parae atençaoo entre as alteraçoes climaticas e a crescente pobreza em quase todos os continentes.
As ondas climaticas nao passaram despercebidas pelos lideres internacionais. Declaraçoes de apoio veio fromUN Secretario-Geral Ban Ki-moon, o clima da ONU cabeça Christiana Figueres, e Mary Robinson, ex-presidente da Irlanda e um lider defensor dos direitos humanos, entre outros.

No entanto, a imprensa tem falhado a ligar os pontos sobre esta nova convergencia no clima movement, juntamente com a grande mudança nas estrategias de investimento em energia ao redor do mundo. Assim, com cerca de 100 jornalistas na plateia, o foco sobre o papel da midia na formaçao de percepçoes sobre as alteraçoes climaticas e a “mudança de paradigma” que esta em andamento. O clima ate clock is tique-taque, mas em vez de contagem regressiva para Doomsday clock é uma “corrida” em direçao a um futuro de baixo carbono.

Corrida para o Futuro

Apontou que uma serie de grandes naçoes em desenvolvimento estao vendo as vantagens competitivas em aumentar eficiencia energetica e investir em uma economia verde. A China investiu quase US $ 35 bilhoes no ano passado em projetos de energia limpa (quase o dobro do investimento os EUA), a instalaçao de energia eolica em uma turbina o fone nova taxa a cada hora. No inicio deste mes, a Coreia do Sul anunciou que iria investir 36 biliao dolares em energia renovavel nos proximos cinco anos. Indonesia, a maior economia do Sudeste Asiatico, pretende se tornar o lider mundial no ano energy. Last geotermica mais de 50% de todas as novas instalaçoes de energia eletrica na UE veio de fontes renovaveis e nao ha um roteiro para a Europa para conseguir fornecimento de energia 100% renovavel por 2050. Em torno de 40% das instalaçoes de energia nova em os EUA em 2009 veio do vento. Como observou o HSBC, em setembro,

“… olhar atraves da nevoa da guerra de carbono, um novo clima esta começando a surgir, movido tanto pela escassez de recursos e de inovaçao industrial como pela realidade crua da globalwarming … é tambem evidente que a montagem pressoes sobre a terra, energia e recursos de agua exigem uma mudança no comportamento economico, proporcionando o crescimento, os beneficios e emprego para esses paises assumam a liderança no negocio do clima. ”

Mais e mais, estamos vendo as referencias a uma “nova revoluçao industrial” – é o novo espirito do tempo: começar com o programa ou ficar para tras. Como negociador da China para o clima disse, “Os paises com industrias de baixo carbono terao uma vantagem de desenvolvimento. Algumas pessoas acreditam que esta é uma competiçao global tao importante como a corrida espacial durante a Guerra Fria”.
Mas quando se trata de relatar o clima, eu disse a minha audiencia jornalista que a midia é demasiado obcecada com os negadores do circo contra os crentes. O frenesi da midia em todo cortado e-mails de cientistas do clima levou a acusaçoes de conspiraçao e fraude, que ricocheteou por meses em todo o denial ist camara de eco. Da mesma forma, uma citaçao de alguns erros no relatorio do IPCC foram comparados como os ultimos pregos no caixao para o movimento do clima, apesar do fato de que nao simples investigação um (mesmo aqueles em que os céticos do clima j? participaram) encontrou qualquer evidencia que cientistas tenham  “falsificado”, ” manipulada “ou” fabricou “os dados e as conclusoes fundamentais do IPCC ainda estao de pé. O processo cientifico, ao que parece, realmente funciona. Entao porque nao fazer isso a tambem uma manchete?

Jornalistas: Do No Harm

Um editorial na ediçao desta semana da revista Nature sugere que o problema está no mercado precisando de programaçao de noticias que entretem. Ele fala sobre a discrepancia entre a “acumulaçao constante de evidencias que apontam na mesma direçao” eo “ruido de dissidencia espuria”, que afoga-lo. As incertezas na ciencia climatica sao descritos como notas de rodape, embora cruciais da narrativa principal.

Talvez a noticia real sobre o clima é muito assustador para ser divertido, ou talvez seja apenas uma frog sort de ebuliçao da historia. Talvez a boa noticia sobre pessoas, empresas e governos que estao ficando com a resoluçao do problema é chato em relaçao ao escandalo do dia.

Pensando nisso, no contexto das eleiçoes nos EUA a medio prazo, onde o clima ceticismo tornou-se  um crach de honra para os candidatos apoiados pela direita ultra Tea Party movimento, Icame  conclusao de que os jornalistas deveriam rasgar uma pagina do livro da pratica medica.

Hipocrates os medicos deram uma regra fundamental – “nao faça mal.” Eu pedi a audiencia se os jornalistas devem adotar o mesmo credo. Os jornalistas tem o dever de educar, para chegar a verdade dos fatos, cavando profundamente os melhores dados disponiveis, ciencia e conhecimento. Há, naturalmente pratica codes of outros jornalisticos, como a necessidade de fornecer informaçao “equilibrada”. Mas relatorios realmente equilibrada deve ser feito no serviço é verdade, nao como uma tentativa espuria de fornecer um “outro lado” da historia, quando na verdade nenhum existe.

Ponto de levar para casa foi o seguinte: em 10 ou 20 anos o tempo, os jornalistas que reconheceu o zeitgeist novo clima e encontraram maneiras de falar sobre isso de forma inteligente sao os unicos que serao lembrados. Aqueles que sucumbiram ao “climategate” e outras nao-historias serao relegados a notas de rodape que nao faz jus nos livros de historia do futuro.

Verde –  HuffingtonPost.com

Gostou do artigo? Para receber atualizações e novidades, informe seu email no campo abaixo.

Escreva um comentário

Comentário